A Polícia Militar na noite deste sexta-feira (10/07) foi acionada para averiguar uma ocorrência de embriaguez e desordem, e ao chegar no local encontrou um indivíduo, com sintomas de embriaguez alcoólica criando desordem e tentando invadir a residência de seu genitor.

No que a polícia tomou conhecimento que o acusado possuía um arma de fogo ilegalmente, tendo imediatamente aprendida a arma, sendo o revólver calibre 32 com 02 munições intactas. A qual foi prontamente apresentada ao delegado plantonista juntamente com o acusado, no que foi lavrado o auto de prisão em flagrante delito por posse ilegal de arma de fogo.

Nordeste 1

Deixe seu comentário