Menina de 12 anos desaparece e família suspeita de pedofilia

single-image

Uma jovem de 12 anos desapareceu na noite do último sábado (30) no município de Campina Grande, no Agreste paraibano. De acordo com os familiares, a menina saiu de casa e não avisou a ninguém para onde iria, mas a suspeita inicial é de que o caso seja de pedofilia. No início da madrugada de domingo (1º), as buscas pela jovem começaram na casa de amigos e conhecidos, mas sem sucesso. As informações são da TV Correio.

A história começou quando a família de Kamilla descobriu que ela trocava mensagens com o pai de uma aluna da escola onde a jovem estudava. O homem suspeito é casado e tem 40 anos de idade, e vinha enviando presentes para a adolescente nos últimos dias, enquanto ela estava na escola. Calçados, flores e chocolates foram alguns deles.

No dia do desaparecimento, a jovem teria ido à Central de Polícia mais cedo prestar depoimento e fazer um boletim de ocorrência por assédio sexual e pedofilia. O homem suspeito teria fugido de casa após ser descoberto pela esposa.

A polícia e os familiares continuam nas buscas pela garota, que já soma dois dias desaparecida.

On-line em rede social
Ao Portal Correio, a irmã da vítima informou que a menina ficou on-line em uma rede social nessa segunda (2), mas não responde às solicitações.

Portal Correio