Bebê com doença de pele rara é abandonado em hospital da Itália

single-image

Foi abandonado num hospital de Turim, em Itália, um bebê de apenas quatro meses de vida afetado com uma doença de pele rara, que o impede de apanhar luz do sol.

O menino, que se chama Giovannino, tem ictiose arlequim, uma doença rara da pele que a deixa espessa e seca. O nome deriva da palavra ‘ichthys’, oriunda do Grego antigo e que significa peixe. A condição adquiriu este nome precisamente por causa do aspecto com que deixa a pele, com escamas.

O bebê foi deixado no hospital em agosto passado e tem sido, desde então, cuidado pelas enfermeiras, mas terá que sair do hospital em algumas semanas.

Ninguém sabe explicar porque os pais não podem ser contactados ou por que não voltaram para buscar o filho. “Não sei qual é a razão, o que é certo é que a criança foi abandonada”, disse uma das enfermeiras do hospital Sant’Anna ao jornal La Stampa.

As enfermeiras cuidam do menino por turnos, enquanto é mantido numa unidade de cuidados intensivos. Para evitar mais lesões para a sua pele, Giovannino não pode apanhar luz do sol e tem que ser aplicado creme hidratante na sua pele várias vezes por dia.

As autoridades locais estão acompanhando o caso e tentam chegar aos pais. E estão, ao mesmo tempo, tentando encontrar uma casa temporária para o menino, algo que tem se mostrado difícil, uma vez que o bebê precisa de cuidados especiais.

Noticias ao minuto