Suspeito de agredir e manter esposa trancada por uma semana vai para presídio de Santa Rita

single-image

A Justiça decidiu na noite dessa segunda-feira (19), pela permeância da prisão do homem suspeito de agredir e manter a esposa em cárcere privado, na cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa.

A juíza do Fórum de Santa Rita conduziu a audiência de custódia e decidiu pela conversão da prisão em flagrante para prisão preventiva. O pedreiro de 36 anos foi encaminhado para o presídio do município.

Segundo a Polícia Civil, a vítima havia sido agredida com murros, chutes e teve parte dos cabelos arrancados. Segundo as investigações, o suspeito já respondia a dois processos de agressão contra mulheres e um por crime de roubo.

Em depoimento, a mulher informou que estava presa dentro de casa desde o dia 10 de agosto, quando o marido questionou uma calcinha diferente que vestia.

Por ciúmes, a mulher informou que não podia ir à feira ou qualquer outro lugar desacompanhada. A delegada ainda informou que com medo de ser assassinada, após diversas ameças, a vítima busca condições para morar no Rio de Janeiro, onde vive a mãe.

DENUNCIE

Disque 180 (Central de Atendimento à Mulher) – Criado pela Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), o canal recebe a denúncia anônima e gratuita, disponível 24 horas, em todo o país.

Portal PB

Leave a Comment

Your email address will not be published.