Professora é condenada a 5 anos de prisão por sexo oral em aluna de 15 anos

single-image

Uma professora de ensino médio foi condenada a 5 anos de prisão por ter feito sexo oral em uma aluna de 15 anos.

A sentença saiu na semana passada. O caso se deu na Dr Lena Edwards Academic Charter School, em Jersey City (Nova Jersey, EUA) em 2015. Em janeiro deste ano, Lauren Coyle-Mitchell, de 36 anos, declarou-se culpada, admitindo ter provocado “dano moral e emocional”, o que atenuou a sentença. Ela aguardava a decisão em liberdade.

De acordo com a investigação, Lauren, que é casada e tem dois filhos, aproximou-se da adolescente por meio de mensagens trocadas por celular, segundo o “NY Post”.

Lauren foi presa durante uma viagem de estudantes a Washington, quando ela foi denunciada por “contato inapropriado com uma aluna”.

A americana foi registrada como criminosa sexual e perdeu a licença de professora. Lauren também ficará proibida de se candidatar a emprego público quando deixar a prisão.

Mceara