‘Ele investigava a esposa’, revela irmã de suspeito de matar mulher a facadas em JP

single-image

Uma irmã do suspeito de assassinar a facadas a própria esposa afirmou que o homem já estava ‘investigando’ a vítima dias antes do homicídio, que aconteceu nesta terça-feira (11). Ela também contou que o relacionamento do casal era ‘conturbado’ e com muitas discussões.

“Ele vinha pesquisando ela há muito tempo e eu observava, a família dela também, mas não percebi que isso ia acontecer”, relatou em entrevista ao programa Rota da Notícia, na Tv Arapuan. A mulher diz não saber se Adriano Alexandrino da Silva tinha ciúmes excessivos por Rauênia Rodrigues de Oliveira.

A mulher também disse que a vítima era ‘trabalhadora’ e costumava cuidar dos dois filhos do casal, crianças de 10 e 5 anos. Sem dar muitos detalhes, a irmã informou ainda que vítima e suspeito estavam juntos há muito tempo, mas o relacionamento não estaria em um bom momento por conta de ‘situações’ ocorridas.

Uma mulher foi encontrada morta, na tarde desta terça-feira (11), na sala da própria casa em no bairro de Camalaú, no município de Cabedelo, Região Metropolitana de João Pessoa. A vítima identificada por Rauênia Rodrigues de Oliveira, tinha 30 anos.

A polícia foi acionada por vizinhos da mulher, que ouviram gritos na casa dela durante a tarde. O principal suspeito de cometer o crime é o marido da vítima, que foi detido em flagrante pela Polícia Militar e encaminhado para a Central de Polícia, localizada no bairro do Geisel, em João Pessoa.

Com MaisPB

Leave a Comment

Your email address will not be published.